quarta-feira, 1 de outubro de 2014

Irmão mata irmão a golpes de faca em São Miguel do Gostoso

Um crime bárbaro ocorreu no inicio da noite desta segunda-feira, 29, na cidade de são Miguel do Gostoso, litoral do estado potiguar.
De acordo com a Polícia Militar, “Júnior” como era conhecido a vitima foi morto a golpes de faca pelo irmão, “Marciel”, no bairro Maceió.  O crime ocorreu por volta das 19h30 e chamou a atenção da população pelo motivo da ação criminosa. Segundo populares, a separação de bens. O acusado não mora na cidade de São Miguel do Gostoso e teria vindo apenas cobrar a parte dos bens.
A PM foi ao local e conseguiu deter em flagrante Marciel. Ele será encaminhado a delegacia de plantão da polícia civil na zona norte de Natal. Neste momento é aguardada a equipe de perícia do ITEP ao local para remoção do corpo.

190RN

Colisão entre ônibus e caminhão na Av. Tomaz Landim interdita acesso ao aeroporto


Um acidente tipo colisão envolvendo um ônibus e um caminhão na Av. Tomaz Landim, zona norte de Natal, interditou o acesso ao aeroporto Aluízio Alves na manhã desta quarta-feira(1º) provocando um grande engarrafamento.
O congestionamento chegou até a ponte de Igapó e os motoristas tiveram que procurar outras alternativas para chegar ao local desejado usando a ponte Newton Navarro, avenida Dr. João Medeiros Filho indo pelo Panatis.


Com informações do Via Certa Natal

Governo Federal publica ampliação do Minha Casa, Minha Vida

O Diário Oficial da União publicou portaria que prevê a ampliação do programa habitacional Minha Casa, Minha Vida em mais 350 mil unidades, até 31 de julho de 2015. A portaria é assinada pelos ministros Miriam Belchior, do Planejamento,Orçamento e Gestão; Aloizio Mercadante, da Casa Civil; e Gilberto Magalhães Occhi, das Cidades.

O governo, de acordo com a portaria, tomou a decisão porque o objetivo de promover a produção, aquisição, requalificação e reforma de 2 milhões de unidades habitacionais era prevista até 2014. A ampliação do Minha Casa, Minha Vida foi anunciada no último dia 17 pelo ministro da Fazenda, Guido Mantega; pela ministra do Planejamento, Miriam Belchior; e pelo presidente da Câmara Brasileira da Indústria da Construção (Cbic), José Carlos Martins.

Mantega destacou que a medida mais importante é a manutenção das regras da segunda fase do Minha Casa, Minha Vida, que acaba no fim do ano, para a terceira fase do programa, que começa em 2015 e vai até 2018. Segundo o ministro, a manutenção das regras permitirá que a contratação de financiamentos não seja interrompida de um ano para outro.

MPF denuncia Micarla e mais 14 suspeitos de fraudes

O Ministério Público Federal no Rio Grande do Norte (MPF/RN) apresentou uma nova denúncia relativa às irregularidades descobertas pela Operação Assepsia, que investigou ilegalidades cometidas na contratação da Associação Marca pela Prefeitura do Natal, durante a gestão de Micarla de Souza (2008/2012). Na denúncia, a ex-prefeita e outros 14 envolvidos são apontados como responsáveis por crimes como fraude e dispensa indevida de licitação, além de falsidade ideológica.

Além das penas referentes aos crimes específicos, o MPF requer para todos os denunciados a inabilitação para o exercício de cargo ou função pública, eletivo ou de nomeação, pelo prazo de cinco anos. A ação penal tramita na Justiça Federal. Em 5 de junho deste ano, o juiz federal Walter Nunes, titular da 2ª Vara Federal, aceitou uma outra denúncia feita pelo MPF contra a ex-prefeita de Natal e três dos seus ex-secretários, além do ex-marido dela e outras 27 pessoas. Com isso, a ‘Operação Assepsia’ passou a tramitar no Judiciário Federal em quatro processos, que acusavam os envolvidos de crimes como lavagem de dinheiro, corrupção ativa e passiva, peculato e associação criminosa (formação de quadrilha.

Segundo a denúncia do MPF, no período de outubro de 2010 a junho de 2012 ocorreram ilícitos na Secretaria Municipal de Saúde de Natal, na contratação da Associação Marca para Promoção de Serviços, por R$ 24,4 milhões. A proposta do MPF e aceita pelo magistrado em junho, foi dividir a denúncia em dois grandes núcleos: o empresarial e o político. 

Três processos referem-se ao núcleo empresarial, onde figuram os diretores da organização A.Marca. No quarto processo estão os envolvidos no núcleo político, como a ex-prefeita Micarla de Sousa, seu ex-marido, Miguel Weber, o ex-secretário de Planejamento, Antonio Luna, o ex procurador geral do Município, Bruno Macedo, o ex-secretário municipal de Saúde Tiago Trindade.

A novo denúncia do MPF reforça que Micarla de Souza “ostentou efetiva participação em todas as etapas da cadeia delitiva”, incluindo a contratação da FGV [Fundação Getúlio Vargas]; a indicação de apadrinhados políticos para ocupar postos de trabalho nas unidades de saúde geridas pela A.Marca; até a negociação e definição de valores do contrato. Para o MPF, na primeira fase do esquema a participação de Micarla e Weber ocorreu de forma discreta, enquanto Thiago Trindade e Alexandre Magno deliberavam na “linha de frente”. Após a exoneração do secretário, em 2011, o casal assumiu “as rédeas do negócio” e convocou Francisco de Assis Viana e Antônio Carlos Luna para auxiliarem no esquema.

Contratações
Antes da seleção da Marca, a Prefeitura contratou a Fundação Getúlio Vargas (FGV) para elaborar um “trabalho técnico” que resultou na indicação de um modelo de gestão terceirizada de unidades de saúde. Leonardo Carap, coordenador encarregado pela FGV dos trabalhos desenvolvidos em Natal, tornou-se o principal elo entre Tufi Meres e o Município.

De acordo com o MPF/RN, Carap chegava a enviar a Tufi Meres conteúdo de documentos e estudos de caráter confidencial. Ele foi, ainda, o responsável pela ida de Thiago Trindade, Alexandre Magno e Carlos Fernando Bacelar ao Rio de Janeiro, em agosto de 2010, quando os representantes da SMS conheceram de perto o trabalho da organização social e os demais integrantes do esquema, ligados ao grupo de Tufi Meres.

Leonardo Carap era remunerado por seus serviços de “intermediação de negócios” através de repasses da Salute Sociale (empresa do grupo de Tufi Meres) para suas contas e de sua empresa: Qualimed Planejamento. De maio a novembro de 2011 foram feitos repasses de R$ 321.099,43.

Em uma troca de e-mais com Miguel Weber, que sequer pertencia aos quadros da Prefeitura, Tufi Meres envia a ele uma lista de pessoas contratadas nas unidades administradas pela Marca, com o registro dos respectivos “padrinhos” (políticos e secretários municipais em sua maioria) e a listagem das vagas ainda abertas.

Miguel Weber explica que “gostaria que pudéssemos participar desse processo”, referindo-se a contratações e demissões nas unidades, e acrescenta: “Inclusive eu preciso de mais uma vaga de enfermeira e dentista”. Já em mensagem a Rose Bravo, Tufi Meres afirma sobre Miguel Weber: “Estamos lidando com um crápula”.

As investigações apontaram que todas as negociações envolvendo a contratação e os pagamentos da Marca passaram pelo crivo do casal Micarla e Miguel Weber. O marido da ex-prefeita, em troca de mensagens, chega a indicar valores e percentuais de ajuste dos contratos.

Detalhamento das denúncias

- Acusados de dispensa indevida de licitação (art 89 da Lei 8.666), fraude ao caráter competitivo de procedimento licitatório (art 90 da Lei 8.666); e falsidade ideológica (art 299 do Código Penal):
Micarla Araújo de Souza Weber; Miguel Henrique Oliveira Weber; Thiago Barbosa Trindade; Alexandre Magno Alves de Souza; Thobias Bruno Tavares Gurgel; Carlos Fernando Pimentel Bacelar Viana; Annie Azevedo Cunha Lima; Tufi Soares Meres; Rosimar Gomes Bravo de Oliveira; Antônio Carlos de Oliveira Júnior, “Maninho”; Leonardo Justin Carap; e Jonei Anderson Lunkes.

- Acusados de dispensa indevida de licitação e falsidade ideológica:
Mônica Simões Araújo e Nardelli.

-Acusados de falsidade ideológica:
Maria do Perpétuo Socorro Lima Nogueira; e Elizama Batista da Costa.


Tribuna do Norte

terça-feira, 30 de setembro de 2014

Lixão: População de Santa Luzia pede socorro

Para quem passa as margens da estrada que liga Santa Luzia a Touros, não pode deixar de perceber o tamanho do problema que a comunidade enfrenta com o lixão a céu aberto.
Foi promessa de campanha do prefeito Ney Leite, e uma das bandeiras de sua campanha, a retirada deste lixão da comunidade. Passaram-se quase dois anos, e o lixão só tem crescido. Junto com ele crescem os barracos ao seu redor, cresce a possibilidade de contaminação do lençol freático, crescem os problemas.
Até quando o prefeito Ney Leite vai ficar brincando de dizer que vai retirar o lixão de dentro de nossas casas? Sim, porque este lixão está em nosso quintal, no nosso terreiro. Vemos isso na quantidade de moscas, baratas, ratos e mosquitos, que cada vez mais se multiplicam.
Quando o prefeito era vereador, ele fez uma audiência pública aqui em Santa Luzia, e nesta audiência pública, ele mandou fazer uma análise da água dos poços que ficavam em propriedades ao redor do lixão. Naquela época, a água já estava contaminada. Isso em 2012. E agora, depois de dois anos, como estará esta água? Por que o prefeito não tem mais a preocupação de tirar o lixão de Santa Luzia, como quando ele tinha quando era vereador? 

Touros em Foco

Ambulância de Touros esta parada por falta de pneus

Sem condição de circular pela cidade, devido a falta de planejamento, uma das duas únicas ambulâncias de Touros/RN,esta parada devido os pneus estão totalmente "CARECAS/LISOS" colocando em risco a segurança dos moradores que utilizam a ambulância. 
A ambulância que é alugada, esta paradas desde sexta-feira (26) sem condições de rodar, ficando a população de Touros sem o serviço essencial, principalmente no final de semana.

"É difícil, né? Tem ambulância que está com pneu careca, sem estepe. Estamos correndo o risco de chegar num cruzamento, frear e não conseguir parar, e ocasionar outro acidente —, desabafa o funcionário". 
A prefeitura homologou em 14 de fevereiro de 2014, a contratação da empresa Pneutex Ltda- ME, no valor total de R$ 229.000,00 (Duzentos e vinte e nove mil reais) através do pregão Presencial 001/14, mas mesmo com um contrato alto a cidade de Touros, fica com uma ambulância parada por esta com os pneus sem condições de rodar, a população sendo penalizada pela falta de gerencia e planejamento no setor.

Touros em Foco

Deficiente físico é assassinado a tiros em Parnamirim

Um jovem de 20 anos foi assassinado a tiros no município de Parnamirim, na Grande Natal,durante a noite dessa segunda-feira (29). De acordo com a Polícia Militar, Matheus Roger da Silva era portador de deficiência física e foi alvejado diversas vezes. Ainda não há pistas sobre a identidade dos suspeitos. A vítima já havia sido preso por tráfico de drogas, anteriormente.

Ainda segundo a PM, Matheus estava em frente a sua residência, no bairro Monte Castelo, com a esposa e o filho, um bebê de quatro meses, quando foi surpreendido por dois suspeitos em uma motocicleta. Ele ainda tentou correr, mas, em função da deficiência, não conseguiu fugir. Os atiradores empreenderam fuga após alvejar o jovem. 

Matheus não resistiu à gravidade dos ferimentos e morreu no local. A Polícia Militar realizou diligências pela região, mas, ninguém foi preso. O corpo de Matheus foi encaminhado para oInstituto Técnico-Científico de Polícia do Rio Grande do Norte (Itep/RN), no bairro da Ribeira, na Zona Leste de Natal.